Temos o País que merecemos?

Eleição após eleição, a taxa de abstenção aumenta! Muito se fala, mas fico com a sensação de que pouco se faz.

Fui ao Wikipédia para tentar perceber se tinha uma conceção errada do tema. Então, o que por lá é dito:

“Em Política, abstenção é o ato de se negar ou se eximir de fazer opções políticas. Abster-se do processo político é visto como uma forma de participação passiva. Também importante de referir que a abstenção eleitoral é uma atitude aceite por anarquistas e muitas vezes condenada por alguns democratas. Para todos os efeitos, a abstenção não deve ser encarada como recusa de participação e irresponsabilidade, mas sim como “cegueira social” desencadeada por fatores externos aos cidadãos, a qual num Estado dito “democrático” deveria ser analisada amplamente de forma a promover a inclusão social, e participação das populações na política.”

Sem querer tecer comentários sobre o que encontrei e não satisfeito, fui procurar num dicionário online, encontrei o da Priberam, que define Abstenção como:

priberam abstenção

No período conturbado em que vivemos, com muito sofrimento e potencial contestação, cada vez percebo menos o que a Sociedade Portuguesa quer.

Fazem-se greves, manifestações, e tantas outras coisas… dizemos que vivemos numa democracia, mas no momento da verdade em média votamos apenas 1 em cada 3 Portugueses.

Será que se fosse oferecido um dia de férias apenas e a todos os que votassem, passaríamos a ter uma verdadeira democracia :)?

Ou será que é uma questão de educação, informação e empenho?

Partilho esta preocupação com todos, cidadãos, organizações da sociedade civil, sindicatos, políticos, governantes e oposição ;).

Por um Portugal melhor venha daí o que Vos vai na Alma!

Sikander

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *